Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 14/02/2019

Fique por dentro

Bebê é curada de câncer e mãe agradece a Deus: “Ele operou este milagre”

Aos quatro meses, Heloísa foi diagnosticada com tumor que atingiu um quilo e 16 centímetros.


Noelma e sua filha Heloísa, agora livre do tumor na barriga. (Foto: Arquivo pessoal)


Com a fé inabalável diante do maior desafio de sua vida, Noelma Carvalho viu um verdadeiro milagre acontecer. Para uma mãe de recém-nascido, por mais que ela já tenha outros filhos, tudo é motivo de preocupação. Qualquer sintoma ou comportamento diferente, já acende uma luz de alerta.


Foi assim com Noelma – quando a filha Heloísa tinha apenas 45 dias, ela notou algo estranho na barriga da bebê. Porém depois de passar em diversos médicos sem saber o que havia com a filha, apenas dois meses e meio depois recebeu o diagnóstico: um tumor maligno, chamado neuroblastoma. O tumor atingiu o peso de um quilo e estava com 16 centímetros de comprimento.


A empresária conta que sua filha fez cirurgia de quase seis horas para a retirada do tumor, precisou retirar um rim, porque o tumor havia tomado conta dele. “Ela perdeu muito sangue e precisou fazer duas transfusões, ficou uma semana na UTI entubada e amarrada – ela precisou ser sedada porque não parava. Depois começou a se alimentar por sonda e foi se recuperando”, recorda.


Passado o período do calvário que viveram, Noelma agradece a Deus pelo milagre que a família experimentou.


“Para os médicos, ela ainda teria que estar fazendo quimioterapia, mas como doutora mesmo falou: ‘Tem coisas que a medicina não explica’. Minha filha está curada e eu tenho certeza que foi Deus quem operou este milagre. Hoje ela só faz acompanhamento mensal com exames de sangue e de imagens”.


‘Médico abençoado no plantão’

Depois de 2 meses e meio em busca de diagnóstico, Noelma foi parar num plantão com a filha. Ela conta que a cada visita ao médico voltava para casa com o coração partido e sem resposta efetiva do que a Heloísa tinha.


“Eu sabia que tinha algo errado, insistia para fazer exames e os médicos insistiam em não fazer, diziam que não era preciso. Até que, num sábado à noite, eu e meu marido fomos dar banho nela e quando ela se mexeu banheira, ele viu um caroço. Apertamos e sentimos que de um lado era duro, no outro, mole. Já era tarde, então no domingo bem cedo fomos para a emergência do hospital e, nesse dia, Deus colocou um médico abençoado no plantão”, recorda.


Ao examinar a menina, o pediatra já sentiu algo estranho, solicitou exames de raio-x, ecografia e ressonância. Analisando os resultados, veio o diagnóstico – era um tumor maligno chamado neuroblastoma. “No mesmo momento fomos transferidos para outro hospital, que possuía ala de oncologia”.


Segundo Noelma, o baque foi tão grande, que nem deu tempo de se desesperar. “Só conseguíamos pensar que deveria ser um engano e logo iríamos para casa. Mas não foi...”.


No hospital que ficaram internadas pela primeira vez, o diagnóstico não foi conclusivo. “Apesar do primeiro hospital ter detectado neuroblastoma, nesta outra instituição eles foram mais a fundo, chegaram a cogitar Tumor de Wilmes, mas foi inconclusivo. Não descobriam o que era e eu chegava a suplicar para as médicas, dizendo que não estava pedindo como paciente, mas como mãe. Eu estava desesperada com aquela situação”, destaca.


Entre tantas indefinições, a família decidiu buscar respostas no Hospital das Clínicas, na capital gaúcha. “Depois de uma semana, conseguimos um leito, lá ela refez vários exames – e isso judiava muito dela, imagina, ela tinha só quatro meses. Então descobriram que um tumor chamado teratoma – tumor constituído de tecidos, como cabelo, músculo e osso”.


A criança foi para a cirurgia e ficou sob as orações da mãe que nunca perdeu sua fé. Tudo deu certo e hoje a criança está livre do tumor.


Para as mães que estão passando por situações difíceis como ela passou, Noelma deixa seu recado. “Oração de mãe tem poder, a fé cura sim – e gera milagres inexplicáveis. Toda missão que Deus nós dá é porque somos capazes de carregar, então se Deus te deu uma, dobre seus joelhos no chão e creia com todas suas forças no milagre. Profetize o milagre em nome de Jesus sobre o seu filho, que Deus opera o milagre e te mostra o motivo dessa prova na sua vida”, finaliza.


Depois do tratamento e da cura, Noelma passou a realizar campanhas beneficentes em prol de crianças com câncer e famílias necessitadas.

Guiame