Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 07/07/2016

Coordenadoria Nacional do Diaconato

O Diaconato é um ministério auxiliar da igreja constituído por homens e mulheres apresentados pelo pastor titular à Assembleia Geral




O Diaconato é um ministério auxiliar da igreja constituído por homens e mulheres apresentados pelo pastor titular à Assembleia Geral e que, para exercer em seu ministério, deverão atender ao padrão bíblico registrado no livro de Atos dos Apóstolos capítulo 6.1-7.

A figura do diretor do Diaconato é importante e influente na igreja local, fazendo parte, inclusive, do Conselho Diretor Local (CDL). É pessoa de confiança do pastor e o ajuda na condução da igreja, instruindo o corpo diaconal, dando-lhe atribuições e providenciando a sua escala de trabalho.

O Corpo de Diaconato é composto por voluntários e faz parte da Igreja desde a sua fundação, misturando sua história com a da IEQ no Brasil. No início, o Diaconato compunha o departamento de evangelismo Quadrangular chamado Cruzada Nacional de Evangelização. Mas seu trabalho era organizar o lugar e recepcionar o grande número de pessoas que afluíam para as reuniões no templo, em São João da Boa Vista (SP), cidade em que a igreja foi fundada, e nas tendas de lona, os núcleos embrionários que contribuíam para a formação de novas IEQs.

Ao longo dos anos, a obra foi crescendo e multiplicando-se, chegando aos estados brasileiros, em quase todos os municípios; Com isso, aumentou também o número de diáconos e diaconisas, chegando hoje ao total expressivo de mais de 150 mil.

Quem exerce o diaconato deve ter zelo pela casa de Deus em todos os seus aspectos: pela reputação, organização e limpeza. Inclui-se, aqui, zelar pelo nome da Igreja, defendendo-a, bem como aos seus líderes, de difamação e calúnia, e cuidar dos seus bens, impedindo que sejam destruídos ou danificados, comunicando um responsável assim que o fato ocorrer, para que providências sejam tomadas. 

Existem igrejas em que o diaconato local cuida da manutenção e limpeza. Outras têm zeladores e faxineiros profissionais que exercem essa tarefa. Nesses casos, os diáconos e as diaconisas cumprem a função de mantenedores da organização, da ordem e do asseio. 

O zelo pela Casa de Deus inclui os mínimos detalhes e, até mesmo, aqueles ambientes que se costuma deixar de lado, como é o caso dos banheiros, que não deixa de ser um cartão de visitas. Um banheiro limpo, perfumado e bem arejado revela o cuidado por um ambiente que deve primar pela excelência. Por isso, quem exerce o diaconato deve verificar se esse espaço está limpo, se tem papel, toalhas e água, providenciando o que for necessário.

O Diaconato exige que se tenha a mesma disposição dos discípulos antes da Última Ceia: preparação. É um ministério linha de frente, que prepara o caminho para que a pregação da Palavra possa produzir o seu efeito na vida dos ouvintes. Lembre-se de que faz parte da função diaconal cuidar do serviço para que os ministros se dediquem à pregação da Palavra e à oração.

José Marcos Roque, pastor titular na IEQ - Vila Formosa, em São Paulo, iniciou seu ministério em 1988, na cidade de Limeira, interior de São Paulo.  Em 2012, foi nomeado coordenador Nacional do Diaconato.