Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 06/11/2018

Atualidades

Hortifruti é responsável por 13 milhões de empregos no país, diz relatório

Taxa de empregos por hectare cultivado de frutas, legumes e hortaliças é até 20 vezes maior que de soja



Apesar de não ter o mesmo destaque comercial de grandes culturas nacionais, como a soja, o milho e o café, a produção de frutas, verduras e legumes é fundamental para que milhões de brasileiros tenham trabalho. De acordo com estudo divulgado nesta quarta-feira (31), a olericultura brasileira (hortaliças e legumes) é responsável por 7 milhões de empregos no país, enquanto a fruticultura abrange 6 milhões.

Os números fazem parte do relatório “Cenário Hortifruti Brasil”, lançado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), pela Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas) e pelo programa Hortifruti Saber e Saúde. Foram avaliados 24 tipos de cultivo.

Mais curioso do que o próprio número de empregos é a taxa de trabalhadores demandada por área de hortifruti cultivada. Segundo o estudo, os 13 milhões de empregos estão distribuídos em 5 milhões de hectares, ou seja, o setor emprega cerca de 2,6 pessoas por hectare. Para efeito de comparação, a cultura da soja emprega 0,1 trabalhador por hectare, aproximadamente 96% a menos que o hortifruti.

“O Brasil é conhecido pelo plantio de commodities, mas também merece destaque quando o assunto é fruticultura e olericultura, pois são exatamente seus produtores os responsáveis pela imensa maioria dos alimentos que consumimos in natura ou minimamente processados todos os dias”, afirma a coordenadora científica do Hortifruti Saber e Saúde, Adriana Brondani.

O levantamento também concluiu que o Brasil produz, anualmente, cerca de 37 milhões de toneladas de frutas verduras e legumes, dos quais entre 3% e 5% são exportados.

Outro apontamento interessante da pesquisa foi de que os fruti e olericultores estão adotando, cada vez mais, procedimentos tecnológicos na lavoura. No caso de mamão, melão e brócolis, essa adoção já é de mais de 50%. Outros alimentos que se destacam são o abacate, o limão, a manga, a maçã, o morango, a cebola, o pimentão e o tomate.

“Além disso, a produção de hortifruti tem um grande potencial de crescimento no país. Prova disso é a discrepância de produtividade entre produtores mais e menos tecnificados”, acrescenta Adriana.

https://brasil.efeagro.com/