Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 04/12/2017

Fique por dentro

Após 26 anos nas drogas, traficante se converte e cuida de viciadas nas prisões

Dawn se entregou a Jesus após ser acolhida por uma igreja que deu a ela roupas e alimento.


Dawn foi presa várias vezes, mas agora ajuda presidiárias em seus vícios. (Foto: Reprodução).

Dawn foi uma criança que não teve atenção de seus pais. "Eu sempre quis que as pessoas gostassem de mim. Eu tinha uma autoestima muito baixa", diz ela. Seus pais se divorciaram quando ela era jovem. Dawn sabia que a amavam, mas sua mãe tinha dois empregos e por isso ela ficava sozinha a maior parte do tempo.

Ela explica: "Havia uma ausência de carinho. Eu tinha um vazio dentro de mim. Comecei a procurar aquele carinho e esse amor em todos os lugares errados". Dawn começou a entrar em brigas e a perseguir meninos. Aos 14 anos, ela conheceu um namorado na escola, e eles começaram a usar e vender drogas.

Dawn diz que estava "tentando agradar as pessoas, tentando se encaixar. Querendo que as pessoas gostassem de mim. Sempre sentindo que eu era diferente, mas quando eu estava usando drogas e vendendo drogas, sentia que as pessoas gostavam de mim e elas queriam estar perto porque queriam o que eu tinha". Aos 17 anos, Dawn se casou e teve um bebê. Dois anos depois, seu marido foi morto em um acidente de carro.

"Eu estava devastada. Senti assim que tinha perdido o amor da minha vida", disse Dawn. "Eu estava com raiva de Deus. Eu estava brava com o mundo e minha vida começou a ficar fora de controle. Meu vício em drogas ficou muito pior. E eu realmente não sabia como parar a dor que eu estava sentindo no momento", contou.

Nos anos que se seguiram, Dawn passou por vários casamentos. Ela também começou a trabalhar em clubes de striptease. "Eu pegava qualquer coisa que eu pudesse, só para me sentir como se alguém se importasse comigo. Entrei em carros de homens que abusaram de mim e me quebraram a minha mandíbula e o nariz. Eu estava sem esperança".

Ao longo dos anos, Dawn foi presa várias vezes e ficou sem ter onde morar, sempre procurando uma solução. Ela lembra: "O meu vício em drogas ficou tão fora de controle que eu não conseguia ficar 15 minutos sem ter uma agulha no meu braço ou sem fumar crack". Ela sentiu que precisava da ajuda de Deus.

"Pensei, durante toda a minha vida, que Jesus era como Abraham Lincoln, sentado em uma grande cadeira com uma lista de coisas que eu fiz de errado", explica ela. "Eu nunca senti que Deus poderia ser uma pessoa que me amaria". Mas, aos 40 anos, depois de 26 anos de dependência, ela percebeu que Deus era o único que poderia ajudar.

Conversão
Dawn lembra: "Eu estava chorando no meio da noite, morando em uma casa abandonada sem eletricidade e água. Deus colocou no meu coração de ir a uma igreja aqui em Daytona e eles me deram banho, roupas limpas. Eles me alimentaram no café da manhã e fizeram um estudo bíblico. E quando o pastor pregou ele fez uma chamada para o altar. Corri para o altar com um cachimbo na minha mão. Eu estava cansada de viver daquele jeito. A esposa do pastor desceu e orou sobre mim”, contou.

“Voltei para a rua, mas algo mudou em mim. Havia um vislumbre de esperança na minha vida naquele dia, mas eu não sabia como mantê-lo". Duas semanas depois, Dawn foi presa. Chutando e gritando enquanto era levada para a prisão, ela foi colocada em uma camisa de força e enviada ao isolamento.

"Eu sabia que precisava de Jesus mais do que qualquer outra coisa na minha vida. Ele me ofereceu seu amor e comecei a me render. Comecei a entregar minha mente, minha vontade e minhas emoções para Ele. Eu o vi como um pai com os braços abertos. E ele estava correndo para mim. Ele me segurou e me acariciou e me contou o quanto me ama".

Quando Dawn foi libertada do isolamento, começou a estudar a Bíblia. Ao cumprir sua pena de 1 ano, ela cresceu em sua fé e nunca mais ansiava por drogas. "Quando Ele me deu uma nova perspectiva da vida, eu comecei a fixar meus olhos nele. Ele me ama".

Após sair da cadeia, em 2007, Dawn se matriculou em uma faculdade bíblica e ganhou seu doutorado. Ela reconstruiu os relacionamentos com todos os filhos. Como evangelista e conselheira, ministra as mulheres na prisão. "Portanto, se alguém estiver em Cristo, ela é uma nova criação. As coisas antigas passaram e todas as coisas se tornaram novas. Isso realmente mudou minha identidade. Mesmo que eu fosse uma prostituta, ele me limparia. Não tive mais de viver esse estilo de vida, agora meu valor está em Deus", finalizou.


Veja também:


Evangelista prega para tribo que matou seu filho e perdoa criminosos