Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 29/11/2017

Fique por dentro

Prestes a se matar, muçulmana tem visão de Jesus e se converte: “Fui curada por Ele”

A estudante Nikki Tayebian estava prestes a se suicidar enquanto estava em sua casa, no Irã, mas a visão que teve mudou seu destino.


Imagem ilustrativa. Prestes a se matar, muçulmana tem visão de Jesus e se converte. (Foto: Shutterstock)


“Ouvi histórias sobre Jesus aparecendo para pessoas do Oriente Médio. Posso dizer que essas histórias são verdadeiras. Eu sou prova viva”. Essa declaração é da estudante Nikki Tayebian, que teve uma visão de Cristo quando estava prestes a tirar sua própria vida.


Criada nas tradições muçulmanas, Nikki deixou o Irã para estudar na Universidade da Califórnia em Riverside, nos Estados Unidos. No ano passado, voltou para passar férias em sua cidade natal, Teerã, quando foi sufocada pelo pior sentimento que já experimentou.


Deitada numa sala fria, dentro da casa de sua família, a jovem estava isolada de por vontade própria. “Não conseguia encontrar motivação para me levantar ou conversar com minha família, que eu deveria amar”, ela contou no site The College Fix.


“Me lembro de dizer: ‘Não consigo aguentar mais isso’. Na minha cabeça, eu não poderia sobreviver nem mais um momento da minha dor emocional. O suicídio foi, para mim, a única solução”, lembra Nikki.


No entanto, quando a jovem fechou os olhos, ela teve uma visão. “Minhas pálpebras se abriram e eu questionei se via algo real. Eu fechei os olhos de volta e um sorriso lentamente se espalhou pelo meu rosto. Diante de mim, na minha escuridão, Jesus estava parado. Ouvi Ele dizer as palavras: ‘Me siga!’”.


Nikki relata que viu Jesus com cabelos castanho-escuro, com comprimento até os ombros e vestido com um manto azul. “Ele me disse: ‘Eu sou verdade’. Seu olhar era forte e firme. Me lembro de ver um caleidoscópio colorido brilhando atrás dele. Ele me falou muitas palavras em uma única imagem e uma única mensagem: ‘Me siga!”, conta.


Naquele instante, Nikki ficou paralisada e surpresa com a visão que teve, mas foi invadida por uma paz inexplicável. Em seguida, ela resolveu pegar o celular e pesquisar “Jesus” no Google. “Eu sabia em meu espírito que era Ele. Comecei a confiar”, disse ela.



Nikki Tayebian. (Foto: The College Fix)


Nikki cresceu sendo ensinada que o cristianismo era uma religião falsa e que não havia como Deus ter tido um filho. Mas ela foi fortemente tocada pela visão que teve e voltou para a Califórnia decidida a entender mais sobre Jesus. Tempos depois, ela começou a namorar um rapaz que a levou para a igreja e apresentou mais verdades sobre a Bíblia.


“O começo da minha jornada foi difícil, foi como tirar um Band-Aid realmente muito rápido e depois sentar em uma sauna quente, enquanto a ferida ardia”, confessa a jovem. “Com uma necessidade desesperada por Ele, comecei a me render dia após dia, semana após semana”.


Em 5 de fevereiro deste ano, Nikki foi batizada e passou a ir regularmente à igreja aos domingos. No entanto, sua conversão ao cristianismo não foi bem vista por sua família. “Mas descobri que nenhum homem na Terra pode me machucar ou me fazer desistir da minha fé”, ressalta.


“Agora ando com graça e confiança, não fico mais lutando contra ansiedade ou pensamentos suicidas”, ela celebra. “Estou curada e amada por Jesus. Ele é a razão pela qual eu posso experimentar provações e sair muito mais forte e mais sábia. Minha história mostra que qualquer um pode ser salvo do vale da sombra da morte através da Sua grandeza”.

guiame.com.br